01 novembro 2007

O Homem


"As pessoas não admitem sem mais nem menos que um homem, que se tornou simples, franco e confiável, não esteja escondendo algo muito mais complexo, muito mais misterioso. Alegando que desejam livrar-se das dificuldades cruéis em que se encontram, o que eles realmente adoram é tornar tudo difícil, obscuro e passível de realizar-se somente num futuro remoto. A última coisa que em princípio admitiriam é que eles próprios criam suas dificuldades. Se em algum momento se permitem aceitar que a realidade existe - no cotidiano - é sempre referindo-a como a "cruel" realidade. Falam dela como oposta à realidade divina ou, podemos dizer, como um paraíso diáfano, escondido. A esperança de que poderemos um dia acordar para uma condição de vida completamente diferente da que experimentamos todos os dias transforma as pessoas em vítimas propensas a todo tipo de tirania e repressão. O ser humano é estupidificado pela esperança e pelo medo. Vive no dia-a-dia o mito de que poderá um dia escapar da prisão que criou para si mesmo, e que ele atribui à maquinação dos outros. Todo verdadeiro herói constrói sua própria realidade, e, ao libertar-se, destrói o mito que nos prende ao passado e ao futuro. Essa é a verdadeira essência do mito: esconder o maravilhoso aqui e agora".

HENRY MILLER
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...