21 agosto 2011

um habitante intestinal potencialmente muito perigoso

Candida Albicans
A levedura Candida Albicans é um microorganismo componente da nossa flora intestinal, mas potencialmente muito perigoso.Fonte
A  toma contínua e repetida de antibióticos, diminuindo a flora intestinal debactérias acidófilas (produtoras de ácido) e a deficiência em alguns nutrientes podem criar as condições favoráveis a um desequilíbrio ... catastrófico.
candida_fungo.jpg
Candida Albicans na forma de fungo. Nesta forma não ataca as paredes intestinais, nem invade a pele. É inofensiva e, numa pequena quantidade, faz parte da flora intestinal normal.
candida_micelas.jpgPerante situação de deficiência nutricional, ou com um elevado Ph – quer dizer em ambiente mais alcalino – a Candida Albicans pode transformar-se da sua forma normal para a estrutura de micelas na qual as suas células se alongam e crescem em diferentes direcções criando as hifas capazes de penetrar na parede das células dos vários órgãos onde se encontrem, mais habitualmente o tubo disgestivo.


As hifas têm a capacidade química de se tornarem inatacáveis aos antifungicos, tornando o tratamento das infecções por Candida Albicans muito difícil.


Nas fases micelar e de hifas a Candida Albicans produz substâncias (metabolitos) que penetram nas células e, dependendo da sua quantidade, podem ter grande toxicidade alterando e perturbando o funcionamento global do organismo, com especial relevo para o sistema nervoso.
 candida_nos_tecidos.jpg

















Imagem que mostra a aderencia e penetração das hifas de Candida Albicans na mucosa intestinal.


Para o diagnóstico de candidiase intestinal usamos o Estudo da flora intestinal e a Análise de ácidos orgânicos na urina.


Na nossa experiância clínica é muito comum encontrarmos um desenvolvimento excessivo e patológico de Candida Albicans na flora intestinal dos doentes com doenças inflamatórias intestinais (Colite ulcerosa, Doença de Chron) Sindrome de colon irritável, Depressão recidivante, Fadiga crónica e Doenças do expectro do Autismo.
O correcto tratamento desta patologia é um passo imprescindível para a recuperação da saúde das pessoas atingidas.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...