29 janeiro 2012

O VÍCIO DO QUEIJO



 
FONTE: Verde Dentro
Por Filipe Paiva


Apesar de muita gente dizer, com água na boca, que é “viciada” em queijo, não deve saber que provavelmente está certa.
A ciência tem direcionado muitos estudos a fim de esclarecer as consequências para o organismo humano do consumo de leite, hábito que a indústria lucrativamente insiste em promover como saudável.
O que já sabemos hoje, cientificamente falando, é que a principal proteína do leite, a caseína, quando digerida, é quebrada em moléculas chamadas casomorfinas. O nome pode parecer estranho, mas assustador mesmo é o que isso representa.
As casomorfinas são opióides que, ao se ligarem aos receptores no cérebro, provocam os efeitos dessa classe de drogas, que inclui a heroína e a morfina.
Para se ter uma idéia de sua ação, a casomorfina apresenta um poder equivalente a 10% da morfina, e está relacionada a transtornos de humor, esquizofrenia, diabete tipo 1 e doenças cardiovasculares.
O queijo, por sua vez, é o derivado do leite com maior concentração de caseína a que temos acesso. É como “ir direto ao que interessa”, quando o organismo já criou sua demanda por sempre querer mais do que é “gostoso”!
Numa de minhas aulas de Psiquiatria, durante a faculdade, um professor fez um alerta que eu nunca mais esqueceria:
- “Nunca digam a um paciente que a droga que ele usa é ruim. Ele sabe que é boa!”
Infelizmente, nosso sábio organismo não é perfeito e, por isso mesmo, às vezes cai na “pegadinha” das drogas, acreditando ser bom o que apenas está iniciando seu ataque, muitas vezes fatal.
E você? Vai uma pizza quatro queijos aí? Hmmmm…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...