12 fevereiro 2015

RUN WHITER...


Quando o coração está invadido, desapropriado correr profundamente é preciso. Como  ver aquilo que não é? Os olhos podem se abrir para dentro e percorrer procurando por você.
De onde vem a dor? Que corredor é esse, desesperado procurando o Amor?
E agora, será que sabemos porque corremos com o vento…
Será que realmente procuramos o que precisamos saber? Será que terminaremos a busca?
As chamas sobem na direção do céu e nós circulamos em dança. Ei escritor de quantas almas é feito o coração?
Ei corredor suas pernas aguentam chegar no céu? E sua pele, o que tem feito, você sabe!?!
Escritor há um corredor de vento, um redemoinho na sua frente… O que você vê?
O vento abre a janela - em círculos o Sol entra a procura de pele. O que ele encontrar? É agora corredor!!!  Você sabe porquê?
Que eu possa ficar em paz, com meus demônios, porque um espaço em você não se abriu pra mim. Nooo write…
Meu coração saiu em busca, em círculos rodopiando, continuou correndo, procurando sua face no Sol e ninguém pode impedir você de atirar em mim.
Ei escritor! A porta se abriu…
Luz caminhe em círculos para despistar o demônio ele também é um corredor na busca do Amor, toca sua pele e o faz correr…


____________________________________________
Karina Paitach
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...